skip to Main Content

Estudantes de Etec de Jundiaí utilizam papel reciclado para criar capa de celular

Estudantes De Etec De Jundiaí Utilizam Papel Reciclado Para Criar Capa De Celular
Crédito: Divulgação | Molde feito de madeira para fabricação de capa de celular sustentável

Artigo à venda em todos os cantos, a capinha de celular despertou o interesse de dois alunos da Escola Técnica Estadual (Etec) Benedito Storani, de Jundiaí. Os estudantes do curso técnico de Química integrado ao Ensino Médio, Everton Leandro de Souza Molina e Vitória Reche dos Santos, pesquisam a substituição do plástico usado na confecção das capas por papel reciclado.

“A capa de celular está na moda. Todo mundo quer ter um modelo diferente. Ao mesmo tempo, muito se fala em ecologia”, pondera Everton. “Acredito que uma capa de celular sustentável pode ser um incentivo para aquelas pessoas que ainda não se preocupam em combater os danos ao meio ambiente.”
Incentivado pelo próprio pai e pelo professor Ricardo Murilo de Paula, Everton descobriu que a polpa moldada, material feito de papel e água, utilizado na fabricação de caixas de ovos, também é matéria-prima para outras embalagens.

“O processo de produção da polpa é simples e o resultado é um produto que possui resistência suficiente para se tornar uma capa que também é biodegradável. O produto poderia ser jogado no lixo ou até mesmo ser enterrado”, explica o estudante.

Protótipo

Em fase de desenvolvimento de protótipo, o projeto Eco Capinha será aperfeiçoado pelos alunos, que planejam selecionar resinas ecológicas para melhor proteger o telefone da água e de quedas. Eles também pesquisam que tipo de sementes podem ser inseridas na polpa moldada, de modo que, se plantada, a capa possa gerar uma planta.

“Não quero simplesmente desenvolver um produto, quero ajudar o meio ambiente”, afirma Everton. “Não quero parar na capinha, mas seguir inovando.”

Para o professor Ricardo Murilo de Paula, orientador da pesquisa, o trabalho dos estudantes contribui para a redução do impacto ambiental causado pelo lixo eletrônico. “Além de se decompor com grande facilidade após o descarte, a capa à base de polpa de papel resinado servirá de substrato para a germinação das sementes que forem incorporadas.”

Projeto rentável e de baixo custo por utilizar matéria-prima reciclada, as capas de celular têm potencial para chegar aos consumidores. “As capas podem se tornar um produto economicamente rentável, pois há um grande mercado disponível. Após o estudo e o desenvolvimento do design, as capas podem atingir diversos segmentos de clientes, por gênero e faixa etária, por exemplo”, acredita o professor.

Back To Top