skip to Main Content

Enem reformula tabela e inclui Ensino Técnico integrado ao Médio das Etecs

O Instituto Nacional de Estudos e Pesquisas Educacionais Anísio Teixeira (Inep), ligado ao Ministério da Educação (MEC), divulgou nova relação dos resultados do Exame Nacional do Ensino Médio (Enem) 2015, incluindo as escolas com Ensino Técnico Integrado ao Médio (Etim), como algumas Escolas Técnicas Estaduais (Etecs). No ranking anterior, haviam sido listadas apenas escolas com Ensino Médio regular.

Mesmo com a atualização, a Etec São Paulo, conhecida como Etesp, localizada no bairro do Bom Retiro, na Capital, se mantém como a melhor escola pública da cidade e do Estado. É ainda a quarta melhor escola estadual do Brasil. “Temos alunos envolvidos, engajados e que se interessam pelo estudo. Gostam de  permanecer na escola. Nossos professores são capacitados, realmente planejam as suas aulas e vêm para a escola com o intuito de passar conteúdo para os seus alunos”, diz o diretor, Negipe Valbão Júnior.

Entre as 20 melhores escolas públicas da Capital, 18 integram a rede do Centro Paula Souza. Das 60 melhores públicas do Estado, considerando as redes municipal, estadual e federal, 50 são Etecs. Entre as 60 melhores escolas públicas estaduais no Brasil, 41 são Etecs.

Entre as Escolas Técnicas, destacaram-se também a Vasco Antônio Venchiarutti (Jundiaí), Presidente Vargas (Mogi das Cruzes), Cel. Fernando Febeliano da Costa (Piracicaba), Irmã Agostina (no bairro da Capela do Socorro, na Capital), Dra. Ruth Cardoso (São Vicente) e Guaracy Silveira (em Pinheiros, na Capital), que conquistaram, respectivamente, da 11ª a 16ª colocações entre as melhores escolas públicas estaduais do Brasil.

“Os alunos organizam por iniciativa própria, aos sábados, debates e aulas que não estão dentro do nosso currículo. Além disso, a escola está sempre envolvida em projetos interdisciplinares”, avalia Maria Lourdes de Sousa, diretora da Etec Guaracy Silveira.

Teoria e prática

“O uso da metodologia de projetos é mais um ponto de encontro com uma geração de raciocínio não linear e que valoriza o trabalho em grupo”, concorda Laura Laganá, diretora-superintendente do CPS. “Ao propiciar autonomia do aprendizado e integrar disciplinas, esse modelo em torno de desafios da vida real atrai o jovem e requer dele criatividade e inovação. Contribui para dar sentido à escola e seus conteúdos.”

Laura acredita que o Ensino Médio vai bem nas Etecs também por conta da conexão entre teoria e prática, característica das escolas mesmo para quem não faz o Ensino Técnico ou Técnico Integrado ao Médio. “A aplicação do conhecimento à vida real ajuda a dar sentido a conteúdos acadêmicos do Ensino Médio.” Esse perfil de ensino das Etecs vai ao encontro das propostas para a reformulação em curso dessa etapa da Educação Básica.

Veja o resultado das Etecs no Enem 2015, incluindo as unidades que oferecem Etim. A classificação baseia-se na média das notas das quatro provas objetivas e da redação.

20 Melhores Escolas Públicas da Capital

60 Melhores Escolas Públicas do Estado de São Paulo

60 Melhores Escolas Públicas Estaduais do Brasil

Back To Top