skip to Main Content

Empreendedorismo está na sala de aula no Centro Paula Souza

Empreendedorismo Está Na Sala  De Aula No Centro Paula Souza
Crédito: Gastão Guedes | Fatec Sebrae oferece cursos de graduação tecnológica de Gestão de Negócios e Inovação e Marketing

Mesmo em um período de crise econômica, a taxa de empreendedorismo no Brasil é a maior em 14 anos, segundo a pesquisa do Global Entrepreneurship Monitor (GEM) realizada em 2015. No Centro Paula Souza, há cerca de 20 anos o empreendedorismo é uma disciplina presente em muitos cursos. Estudar em uma Escola Técnica (Etec) ou Faculdade de Tecnologia (Fatec) estadual pode ajudar a desenvolver e aperfeiçoar essa competência.

“O espirito empreendedor é fator determinante para o desenvolvimento do país. É o motor que impulsiona a economia, solucionando problemas das pessoas e das organizações, de modo a progredir e efetivamente realizar a inovação no meio empresarial ou social”, afirma Oswaldo Massambani, diretor da Agência Inova Paula Souza.

Massambani refere-se ao profissional que aceita o risco e se permite atuar com objetivos mais altos. Para obter sucesso nessa proposta todas as decisões são pautadas por muito planejamento na hora de executar um modelo próprio ou como integrante de alguma organização gerencial ou tecnológica. O diretor da Agência Inova não relaciona o perfil do empreendedor brasileiro apenas ao criador de startups, por exemplo. Também é preciso empreender nas empresas e nas ações sociais.

Outra característica desse especialista é a persistência após o erro. “É notório que, durante crises, as pessoas passam a gastar menos e os empreendedores são estimulados a usar sua criatividade visando manter o ritmo dos negócios e também a criar novos projetos”, explica Massambani. “É dessa forma que esses profissionais fazem diferença nestes tempos e contribuem para o aquecimento da economia e o desenvolvimento socioeconômico local, regional ou global.”

Fora da caixa

Já há alguns anos professores do Ensino Técnico são capacitados pelo Serviço Brasileiro de Apoio às Micro e Pequenas Empresas (Sebrae) para estimular os estudantes a criarem oportunidades de investimentos com uma disciplina voltada ao empreendedorismo implantada no conteúdo dos cursos.

“Nos últimos anos, mudamos a abordagem do assunto. A competência empreendedora não fica mais presa em uma caixa. Agora está espalhada em diferentes disciplinas do curso, de uma forma mais conveniente para o desenvolvimento do profissional”, explica o coordenador do Ensino Médio e Técnico do Centro Paula Souza, Almério Melquiades de Araújo. “Cerca de 40 cursos já estão com esses conteúdos distribuídos.”

Para fazer essa alteração, foi necessário definir quais atribuições cada profissão exigia sobre o tema.
A próxima etapa do trabalho de adaptação é lapidar a base de planejamento do currículo e compreender a metodologia utilizada por cada professor para transformar as competências empreendedoras em um conteúdo efetivo para o aluno.

Sebrae

Outra demonstração da aposta da instituição no empreendedorismo foi a implantação de uma Fatec e de uma Etec em parceria com o Sebrae-SP, localizadas nos Campos Elíseos, região central da Capital.

De acordo com o diretor da Fatec Sebrae, Mário Roque Filho, a unidade foi criada para atender à demanda de empreendedorismo no Ensino Superior por meio dos cursos de Marketing e Gestão de Negócios e Inovação. “Realizamos ações específicas como mentoria de alunos para novos negócios, Hacatec´s, que são competições entre negócios dos estudantes, e usamos metodologias trazidas principalmente dos Estados Unidos. Também incentivamos a participação em congressos internacionais”, afirma o diretor.

Agência Inova Paula Souza

Criada em 2010, a Agência Inova Paula Souza tem por missão gerar oportunidades para que as atividades de ensino e pesquisa contribuam para o desenvolvimento social e econômico do Estado de São Paulo e do País. Com a agência, os projetos desenvolvidos pelos 290 mil estudantes, aproximadamente, das Etecs e Fatecs têm chance de ganhar maior dimensão.

Em seis anos, diversas concepções saíram do papel e tornaram-se realidade. Um exemplo é o livro Experiências Inovadoras de Ensino e Aprendizagem – Prêmio FEI Inova, lançado em 2016, em parceria com o Centro Universitário FEI. Estão nesse material os projetos de 27 alunos do Centro Paula Souza.

Back To Top