skip to Main Content

Edição 2016 do Prêmio CRQ recebe inscrições até 31 de março

As inscrições para o Prêmio do Conselho Regional de Química (CRQ) 2016 estão abertas até 31 de março. Para participar da competição é preciso enviar o projeto pelo correio ou entregar pessoalmente o material na sede do CRQ, na Capital.

Promovida anualmente, a iniciativa visa estimular a pesquisa científica entre alunos dos Ensinos Médio, Técnico e Superior da área Química, de todo Estado. O Prêmio é dividido em quatro categorias:  Engenharia da Área da Química, Química de Nível Superior, Química de Nível Superior com Tecnologia e Química de Nível Médio.

Os trabalhos podem ser elaborados individualmente ou em grupos de até três alunos. É obrigatório que o orientador seja um profissional químico, com registro no Conselho.

As pesquisas serão analisadas de acordo com critérios, como conteúdo, relevância científica, técnica, tecnológica e social, inovação do tema abordado e apresentação gráfica. Os alunos vencedores em cada modalidade receberão prêmios no valor de R$ 10 mil e os orientadores, R$ 4,6 mil.  Será oferecido também certificado de participação aos vencedores e às escolas representadas por eles.

Para mais informações acesse o site do Prêmio CRQ.

Edições Anteriores

Nas duas últimas edições do evento, a Etec Prof. Carmelino Corrêa Júnior, de Franca, venceu na modalidade Química de Nível Médio. Em ambos os anos, os ganhadores foram orientados pela professora Joana D’Arc Félix de Sousa.

Em 2015, o estudante Alexandre dos Santos Migliorin foi premiado com o projeto Fertilizantes organominerais sustentáveis a partir de resíduos sólidos do setor coureiro-calçadista.

Na edição 2014, a aluna Ângela Ferreira de Oliveira venceu com o projeto Pele humana para transplantes e testes farmacológicos. No mesmo ano, Mateus J. R. Ferreira, Jéssica H. Bilato e Juliana Q. da Silva, da Fatec Nilo de Stéfani, de Jaboticabal, foram premiados, na categoria Química de Nível Superior com Tecnologia, com a pesquisa Clarificação por filtração tangencial em membrana cerâmica e uso de carvão ativado como alternativa na produção de caldo de cana de elevada qualidade, sob orientação do professor Marcelo Henrique Armoa.

Em 2013, a Etec Dr. Adail Nunes da Silva, de Taquaritinga, conquistou o prêmio na categoria Química de Nível Médio com o estudo Obtenção de celulose a partir de cascas do coco verde (Cocos nucifera), dos estudantes Amanda da Costa, Cainã de Oliveira e Sabrina Dorta, orientados pela docente Célia Labibe Abud.

Back To Top