skip to Main Content

Centro Paula Souza participa da maior feira de inclusão da América Latina

Os projetos de inclusão social desenvolvidos pelo Centro Paula Souza nas Escolas Técnicas (Etecs) e Faculdades de Tecnologia (Fatecs) estaduais estão sendo apresentados na 13ª Feira Internacional de Reabilitação, Inclusão, Acessibilidade e Paradesporto, a Reatech 2014, maior evento de inclusão social da América Latina.

A feira acontece até domingo, 13, no Centro de Exposições Imigrantes, em São Paulo. São esperadas 50 mil pessoas durante os quatro dias do evento. A abertura, na quinta-feira, 10, contou com a presença do governador Geraldo Alckmin, da deputada federal, Mara Gabrilli e de outras autoridades.

Participam da feira 300 expositores nacionais e internacionais. Lá são realizadas diversas atividades culturais e sociais, além de seminários, workshops e oficinas com profissionais especializados. Estão programadas palestras e atividades voltadas à temática da inclusão social e cultura das pessoas com deficiência. A entrada é gratuita.

O estande do Centro Paula Souza está localizado no espaço destinado à Secretaria de Desenvolvimento Econômico, Ciência e Tecnologia, dentro da área do Governo do Estado de São Paulo.

Tecnologias assistivas

“A participação na feira é importante porque conseguimos falar diretamente com as pessoas com deficiência”, afirma Alessandra Aparecida Ribeiro Costa, coordenadora do Projeto de Inclusão do Centro Paula Souza. Especialista em educação inclusiva, a coordenadora conta que os projetos desenvolvidos pela instituição podem ser conhecidos na Reatech.

Segundo ela, desde o momento da inscrição para o Vestibular nas Fatecs ou para o Vestibulinho nas Etecs é possível solicitar tratamento adequado à deficiência para realizar as provas. “Quando o aluno com deficiência ingressa na instituição, realizamos uma entrevista com ele para saber quais as tecnologias assistivas adequadas para cada estudante”, explica.

Dependendo da disciplina, os professores são capacitados para a situação específica do deficiente. A intenção é otimizar o processo de ensino-aprendizagem na escola.

De acordo com o Censo 2010 do Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE), o Brasil tem hoje cerca de 46 milhões de pessoas com algum tipo de deficiência. Desse total, mais de nove milhões estão no Estado de São Paulo.

Serviço:

Reatech 2014 – 13ª Feira Internacional de Reabilitação, Inclusão, Acessibilidade e Paradesporto
Quando: de 10 a 13 de abril
(dias 10 e 11, das 13 às 21 horas, e dias 12 e 13, das 10 às 19 horas)
Onde: Centro de Exposições Imigrantes, em São Paulo.
Entrada gratuita

Back To Top