skip to Main Content

Alunos e professores do Centro Paula Souza conquistam mais de 200 medalhas e prêmios em 2014

Alunos E Professores Do Centro Paula Souza Conquistam Mais De 200 Medalhas E Prêmios Em 2014
Crédito: Gastão Guedes | Projeto da Etec Rosa Perrone Scavone, de Itatiba, foi apresentado na Feteps 2013 e venceu o Prêmio Construindo a Nação de 2014

Olimpíadas de conhecimento, feiras de ciências, concursos e vários outros prêmios nacionais e internacionais entraram para a galeria de conquistas do Centro Paula Souza em 2014. Foram mais de 200 medalhas, placas e troféus, obtidos por alunos e professores da instituição.

Entre os destaques está a Feira Brasileira de Ciências e Engenharia, Criatividade e Inovação (Febrace). Os estudantes das Escolas Técnicas Estaduais (Etecs) conquistaram 14 prêmios nacionais e dois internacionais,. Eles receberam credenciamento para mostrar seus trabalhos em outras feiras pelo Brasil e quatro jovens foram selecionados para apresentar suas invenções nos Estados Unidos.

Após conquistar o primeiro lugar na categoria Ciências da Saúde na Febrace, com o projeto “Pele humana para transplantes e testes farmacológicos”, a estudante Ângela Ferreira de Oliveira, da Etec Prof. Carmelino Corrêa Jr., de Franca, foi credenciada para participar da Feira Internacional Intel Isef 2014, em Los Angeles.

O trabalho também recebeu o Prêmio do Conselho Regional de Química – 4ª Região e do Instituto 3M, além de um cheque de R$ 29,5 mil do Programa Jovens Inventores do programa Caldeirão do Huck. A orientadora do projeto, Joana Félix, por sua vez, foi homenageada com o prêmio Kurt Politzer de Tecnologia.

Quando o assunto é Matemática, Física e Astronomia, os estudantes do Centro Paula Souza ganharam 151 medalhas nas olimpíadas brasileiras de conhecimento: 116 de ouro, 46 de prata e 70 de bronze.

Aluno da Etec Philadelpho Gouvea Netto, de São José do Rio Preto, Lucas Mioranci, aos 17 anos, guarda uma coleção de 17 medalhas em olimpíadas nacionais e regionais de Matemática.  Para ele, o incentivo vem dos professores, que alimentam a vontade dos jovens em querer chegar cada vez mais longe. “A Etec é reconhecida tradicionalmente por estimular a participação dos alunos nesse tipo de competição”, afirma.

Também estão no rol de troféus da instituição, premiações de projetos com temas ligados a sustentabilidade, inclusão e inovação, como a Maratona de Eficiência Energética e os prêmios Construindo a Nação, Guia do Estudante, Josué de Castro, entre outros.

Back To Top