skip to Main Content

Alunos das Etecs podem se inscrever no Concurso Curta Ecofalante até o dia 10 de março

Alunos Das Etecs Podem Se Inscrever No Concurso Curta Ecofalante Até O Dia 10 De Março
Etec Philadelpho Gouvêa Netto, de São José do Rio Preto, foi uma das unidades do CPS já contempladas com a exibição de filmes | Divulgação

Já estão abertas as inscrições para o Concurso Curta Ecofalante que premia os melhores filmes com temas ambientais. Estudantes das Escolas Técnicas Estaduais (Etecs) interessados em participar da mostra devem acessar o site até o dia 10 de março. O projeto premia produções de estudantes com o valor de de R$ 3 mil.

Os filmes podem ter até 30 minutos de duração e devem ter sido finalizados a partir de 2016. Os curtas selecionados serão exibidos na 7ª Mostra Ecofalante de Cinema Ambiental, que ocorre entre 31 de maio e 13 de junho em cinemas e espaços culturais da Capital.

O objetivo do concurso é estimular a produção audiovisual em escolas brasileiras. Criado em 2012, trata-se do maior festival de cinema com recorte ambiental do Brasil.

Parceria com o CPS

Além do concurso, a Mostra Ecofalante tem uma parceria com o Centro Paula Souza (CPS) que chega ao terceiro ano consecutivo em 2018. O projeto promove exibições de filmes socioambientais para os estudantes das Etecs indicadas pela instituição. Neste ano, 46 escolas da Capital e interior foram selecionadas.

A equipe da Mostra Ecofalante disponibiliza um acervo de filmes para o professor selecionar qual se aproxima do conteúdo da disciplina ou contexto do curso. Após a exibição, é realizado um debate sobre o tema inserido no cotidiano dos alunos. O acervo inclui produções independentes nacionais e internacionais.

Em 2017, foram contabilizadas 106 sessões com 83 debates. As exibições contemplaram 41 filmes para 241 turmas atendidas de 26 cursos diferentes. “Estamos muito satisfeitos com os resultados. Algumas cidades incluídas no projeto não têm cinemas”, afirma a coordenadora de projetos do CPS, Vera Vichiarelli. “Foi muito bom aproximar os alunos desses filmes da linha da sustentabilidade que tem a ver com o conteúdo desenvolvido nas Etecs.”

Back To Top