skip to Main Content

Alunos das Etecs de Bebedouro e das duas unidades de Campinas participam do StarApp

Alunos Das Etecs De Bebedouro E Das Duas Unidades De Campinas Participam Do StarApp
Estudantes que desenvolveram os aplicativos Safe Place e PartyBook | Foto: Divulgação

Mais de 120 estudantes das Escolas Técnicas Estaduais (Etecs) Prof. Idio Zucchi, de Bebedouro, Bento Quirino e Conselheiro Antonio Prado, de Campinas, participaram do StartApp – Laboratório de Criação de Aplicativos, projeto da Linx, empresa de desenvolvimento de software de gestão para o varejo, em parceria com a ONG Junior Achievement. O objetivo da iniciativa é oferecer treinamento aos alunos para criação do protótipo de um aplicativo e introduzir os participantes na área do empreendedorismo.

O evento contou com os profissionais da Linx e um coordenador da Junior Achievements. Os estudantes tiveram 14 aulas nas próprias unidades, ao longo do primeiro semestre, quando apresentaram os aplicativos desenvolvidos e os melhores foram selecionados por uma banca para uma visita à sede da Linx.


Destaques
 

Entre os 27 aplicativos criados, o Safe Place foi um dos destaques. Trata-se de um app produzido por alunos do primeiro ano do curso técnico de Administração integrado ao Médio que apresenta vagas disponíveis em estacionamentos.

“Com uma indicação no mapa, será possível verificar qual local está vago para locação”, afirma Ingrid Ribeiro, uma das criadoras do projeto. “O aplicativo debita o dinheiro da conta do usuário com antecedência e a vaga fica disponível nos horários reservados.” Além de Ingrid, participaram do desenvolvimento do app Kamila Correa, Brenda Fernandes, João Vitor Sales e Isabela Vizicato.

Outro trabalho selecionado foi o PartyBook, que ajuda a localizar opções de lazer de acordo com o perfil do usuário. O app conta com filtros para pessoas com algum tipo de deficiência, idosos e crianças. Na versão paga é possível usar uma rede social para compartilhar seus momentos de lazer com os amigos.

O PartyBook foi desenvolvido pelos alunos Carlos Eduardo Capelini, Ariela Espido, Fabrício Barros e Matheus Yuji, do segundo ano do técnico de Informática para Internet integrado ao Médio. “Os professores nos ajudaram com dicas de design e com questionamentos que contribuíram para o resultado do trabalho”, conta Carlos Eduardo.

Back To Top