skip to Main Content

Alunas da Etec de Limeira criam adubo utilizando lodo de esgoto

Alunas Da Etec De Limeira Criam Adubo Utilizando Lodo De Esgoto
Projeto venceu a categoria Controle e Processos Industriais da oitava edição do Prêmio Eseg de Gestão | Divulgação

Duas estudantes da Escola Técnica Estadual (Etec) Trajano Camargo, de Limeira, desenvolveram um projeto com a proposta de minimizar um problema ambiental na região. Trata-se de um adubo feito com lodo de estação de tratamento de esgoto com adição de fósforo e potássio extraídos da casca da banana. O lodo pode ser útil para fertilizar solos e recuperar áreas degradadas.

O trabalho de Mariana Almeida e Melissa Hable, que concluíram no segundo semestre do ano passado o curso técnico de Química integrado ao Ensino Médio, consiste em obter aproveitamento energético do lodo, que é rico em matéria orgânica e oxigênio, para utilizar como um adubo agrícola. O fósforo e o potássio extraídos da casca de banana servem para aumentar a eficiência do produto.

Por ano, estima-se que entre 150 mil e 220 mil toneladas de lodo são descartadas em aterros sanitários no Brasil.

Para baratear o processo, o lodo foi tratado e diluído com cromo e mercúrio segundo parâmetros definidos pelo Conselho Nacional do Meio Ambiente (Conama) sobre a quantidade tolerável dessas substâncias no ambiente.

”Usamos duas matérias-primas que hoje são descartadas para que não pese no bolso do consumidor. O nosso objetivo é diminuir problemas ambientais, pois, com o passar do tempo, os dados sobre as toneladas de lodo descartadas vêm subindo de maneira drástica”, afirma Mariana Almeida.

Prêmio Eseg

O projeto foi um dos vencedores da oitava edição do Prêmio Eseg de Gestão. A competição é uma parceria entre o Centro Paula Souza e a Escola Superior de Engenharia e Gestão (Eseg), ligada ao Grupo Educacional Etapa, destinada a alunos concluintes dos Ensinos Técnico e Médio. Doze finalistas apresentaram seus trabalhos e o adubo foi o vencedor na categoria Controle e Processos Industriais.

Back To Top